Battisti admite ser responsável por assassinatos cometidos nos anos 1970

BRASIL, 25 de Mar de 2019 - Vista 20 vezes.

Italiano foi extraditado em janeiro, após ser preso na Bolívia. 'Foi uma guerra justa, mas peço desculpas'

Twitter: @ItapebiAcontece



Cesare Battisti admitiu envolvimento em quatro assassinatos durante interrogatório feito na prisão pelo procurador Alberto Nobili, responsável pelo grupo antiterrorista da cidade italiana de Milão, segundo informou a imprensa italiana nesta segunda-feira (25).

Até então, o italiano de 64 anos, que integrou o grupo Proletários Armados pelo Comunismo nos anos 70, negava envolvimento nos homicídios e se dizia vítima de perseguição política.

O procurador-geral de Milão, Francesco Greco, afirmou que ele admitiu "suas responsabilidades" em quatro assassinatos, nos ferimentos causados a outras três pessoas e em muitos roubos feitos pela grupo, de acordo com o jornal “Corriere della Sera”.

Battisti declarou ter matado duas pessoas e ser o mandante de outros dois homicídios, informou o jornal “La Repubblica”.

 

'Guerra justa'

 

Battisti, que cumpre prisão perpétua na prisão de Oristano, foi condenado em 1993 por quatro assassinatos: o de um guarda carcerário, um agente de polícia, um militante neofascista e um joalheiro de Milão (o filho do joalheiro ficou paraplégico, depois de também ser atingido).

 

"Falo das minhas responsabilidades, não vou nomear ninguém. Quando matei foi uma guerra justa para mim", teria afirmado Battisti a Nobili.

 

Para Greco, a confissão faz justiça com relação "às muitas controvérsias que ocorreram nos últimos anos e homenageia a polícia e o judiciário que o condenou”.

 

Por quase 40 anos, Battisti ficou foragido e morou na França e no Brasil. Ele chegou a conseguir refúgio no Brasil em 2009. Mas o status, concedido a ele pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi revisto em dezembro do ano passado, por Michel Temer, que autorizou sua extradição.

Então ele deixou o Brasil, mas foi capturado em Santa Cruz de La Sierra, na Bolivia, em janeiro. Como a sua entrada no país foi ilegal, a expulsão dele foi requerida pela Itália e acatada pelo governo boliviano.
 

Bolsonaro

 

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, comentou a declaração de envolvimento de Battisti nos assassinaos nesta manhã.

 

"Battisti, "herói" da esquerda, que vivia colônia de férias no Brasil proporcionada e apoiada pelo governo do PT e suas linhas auxiliares (PSOL, PCdoB, MST), confessou pela 1ª vez participação em 4 assassinatos quando integrou o grupo terrorista Proletários Armados pelo Comunismo", afirmou Bolsonaro.

 

"Por anos denunciei a proteção dada ao terrorista, aqui tratado como exilado político. Nas eleições, firmei o compromisso de mandá-lo de volta à Itália para que pagasse por seus crimes. A nova posição do Brasil é um recado ao mundo: não seremos mais o paraíso de bandidos!", declarou.

Ao ser eleito, Bolsonaro afirmou que faria " tudo o que fosse legal" para extraditar Battisti. Após a sua extradição, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, agradeceu o "empenho do Brasil  em solucionar o caso".

 

Entenda o caso

 

Tanto os governos italianos de esquerda como os de direita queriam que Battisti voltasse à Itália para cumprir a sua pena, e o assunto está ocupando grande parte dos jornais italianos.

Battisti chegou ao Brasil em 2004. Foi preso no Rio de Janeiro em março de 2007 por uma ação conjunta a Polícia Federal brasileira e agentes italianos e franceses. Dois anos depois, o então ministro da Justiça, Tarso Genro, concedeu refúgio.
 

Em 2007, a Itália pediu a extradição dele e, no fim de 2009, o STF julgou o pedido procedente, mas deixou a palavra final ao presidente da República. Na época, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva  negou a extradição.

Em setembro de 2017, o governo italiano pediu ao presidente Michel Temer que o Brasil revisasse a decisãoo sobre Battisti.

No fim do ano passado, a Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao STF que desse prioridade ao julgamento que poderia resultar na extradição.

Um mês depois do pedido da PGR, o ministro Luiz Fux mandouy prender o Italiano e abriu caminho para a extradição, no início de dezembro.

Na decisão, o ministro autorizou a prisão, mas disse que caberia ao presidente extraditar ou não o italiano porque as decisões políticas não competem ao Judiciário. No dia seguinte, o então presidente Michel Temer autorizou a extradição do Brasil.

Desde então, a PF deflagrou uma série de operações para prender o italiano. No final de dezembro, a PF já havia feito mais de 30 ações.

Battisti negava o envolvimento com os homicídios e se dizia vítima de perseguição política. Em entrevista em 2014 ao programa Diálogos, de Mario Sergio Conti, na GloboNews, ele afirmou que nunca matou ninguém.


ItapebiAcontece / G1

Compartilhar

COMENTÁRIOS

Nenhum registro encontrado.




*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

NOTÍCIAS

Bolsonaro fala em “Nordeste acima de todos” após chamar nordestinos de "paraíba"

"Nordeste no coração do povo e nordeste acima de todos. Eu amo o Nordeste, afinal de contas a minha filha tem em suas veias sangue de cabra da peste. Cabra da peste de...

BRASIL, 23 de Jul de 2019

PF prende 4 hackers que invadiram celular de Moro

A PF cumpre quatro mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão em São Paulo, em Araraquara e Ribeirão Preto.

POLÍCIA, 23 de Jul de 2019

Jornalistas esportivos lamentam a morte de Juarez Soares

O profissional morreu nesta terça-feira (23) aos 78 anos vítima de um câncer.

BRASIL, 23 de Jul de 2019

José Roberto Burnier ficará afastado da GloboNews para tratar câncer

José Roberto Burnier é um dos principais nomes do jornalismo da Globo, trabalhando na emissora desde 1983.

OUTRAS NOTICIAS, 22 de Jul de 2019

Jornalistas que saíram da Globo deverão ser anunciados pela CNN nesta segunda (22)

Inclusive, na condição de novos contratados, Phelipe e Palma já realizaram um trabalho especial na tarde deste último domingo, fazendo fotos e gravando vídeos.

OUTRAS NOTICIAS, 22 de Jul de 2019

TJ-BA mantém proibição do aumento de salários do prefeito, secretários e vereadores

A decisão acontece após uma ação popular que pediu à Justiça que não autorizasse o aumento das remunerações, alegando que a proposta feria a Lei Orgânica Municipal.

OUTRAS NOTICIAS, 22 de Jul de 2019

Submarino francês desaparecido há 50 anos é encontrado no Mediterrâneo

O submarino foi localizado pelo navio americano “Seabed Constructor” a 45 quilômetros da cidade de Toulon e a 2.370 metros de profundidade.

MUNDO, 22 de Jul de 2019

Agnaldo Timóteo deixa hospital em São Paulo e faz agradecimento a Rui Costa

Ele estava internado desde 20 de maio, quando apresentou quadro de vômito, glicemia baixa e pressão alta após um show em Barreiras, a cerca de 800 km de Salvador. Veja...

FAMOSOS, 22 de Jul de 2019

Cerca de 60 baleias mortas são vistas em praia

Ventos e correntes fortes podem ser fatores que causaram o encalhe em massa das baleias-piloto. (Fotos: Reprodução)

MUNDO, 22 de Jul de 2019

Advogado e outros oito acusados de ataque a seguranças da Veracel são presos

Presos são acusados de incendiar carros de empresa de segurança.(Foto: Divulgação/TV Bahia)

REGIÃO , 22 de Jul de 2019

FALE CONOSCO

WhatsApp: (73) 8171-4770 Tel:(73) 8879-9975

Sem enquetes cadastradas

VÍDEOS

CANÔA SUISSA II
POSTADO: 09-12-2013 13:12

NOTAS SOCIAIS

  • Aniversariou!

    Eu lhe desejo muitas e muitas felicidades, que todos os seus sonhos sejam renovados, e que outros tantos sejam realizados. Muita saúde, paz, amor, sucesso e felicidade. Gosto-te muito meu amigo! Aniversariou no último dia 16 de julho o grande Haroldo Carlos da Silva “Aroldão”, mas a comemoração com amigos e familiares aconteceu neste último final de semana em sua residência na Praça 2 de Julho (Antiga Praça do Sempre verde), na...


    Ver todas as notas
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • ...
  • 1166