ELEIÇÃO PARA VEREADOR; FIM DAS COLIGAÇÕES FAVORECE QUEM TEM MANDATO E MAIS DINHEIRO

Política
13 de Janeiro de 2020 11h01

O jornalista político Geraldinho Alves do Bahia40graus analisa o cenário da eleição para vereador com as novas regras.

Twitter: @ItapebiAcontece

Imagens: Reprodução

O fim das coligações na eleição pra vereador este ano vai favorecer muito a reeleição de vereadores com mandato e de candidatos com dinheiro pra gastar (seja oficialmente ou caixa 2).

Muitos partidos vão ser montados usando pré-candidatos novatos e fora do poder apenas como ‘escadas’ pra atingir o quociente eleitoral. Muitos sem nenhuma chance real de eleição.

Nas grandes cidades do extremo sul, como Porto Seguro, Eunápolis, Teixeira de Freitas e em Itapebi não será diferente os prefeituráveis terão dificuldades de montar seus times de vereadores por conta disso. É pura matemática, diagnóstico de cenário atual e histórico de desempenho nas últimas eleições.

 

A chance dos novatos

Partidos montados apenas com novatos ou políticos fora do poder têm muito mais chance de eleger candidatos estreantes ou quem está sem mandato e pretende retornar à Câmara. 

Esposas e parentes

Uma observação relevante é que vereadores com mandato que ficaram inelegíveis a partir de 2017 vão lançar parentes e cônjuges pra tentar transferir votos e manter o capital político porventura existente.

Essas candidaturas devem ser classificadas na mesma categoria de “políticos com mandatos”, afinal, cenário e recursos favorecem.

 

ItapebiAcontece Por: Bahia 40 Graus

Compartilhe por:

Envie um comentário:

*Nota: O depoimento e comentário aqui postados são de inteira responsabilidade dos emitentes. Cabendo ainda os responsáveis pelo Site Itapebiacontece moderar as postagens.*

Comentários

26 de Janeiro de 2020 13h01

Não preciso 'fritar' ministro para demitir, diz Bolsonaro

A fala de Bolsonaro tenta apaziguar apoiadores do governo e o ambiente político em Brasília

26 de Janeiro de 2020 12h01

Chuvas em MG já mataram 37 pessoas, diz Defesa Civil

Pelo menos 37 pessoas já morreram e 25 estão desaparecidas em Minas Gerais em razão das chuvas que atingem o Estado nos últimos dias, de acordo com informações atualizadas da Defesa Civil mineira neste domingo.

25 de Janeiro de 2020 18h01

Grama sintética será 12º jogador do Palmeiras, diz responsável por obra

Após longo período de negociações, o clube e a administradora do Allianz Parque toparam investir até R$ 10 milhões para trocar o gramado do estádio